SOU DO POLE e você também pode ser: conheça o Pole Dance democrático.

Quando a minha amiga e instrutora de Pole Dance Lorraine me contou que tinha aberto um estúdio de Pole Dance na cidade de Santos para dar aulas da prática, fiquei feliz por ela, mas, no momento em que me convidou, efusivamente, para fazer uma aula experimental, disse a ela o que sempre pensei sobre o Pole em relação a mim mesma:

não é pra mim

O Pole Dance (em português dança do cano ou, ainda, dança do poste) é uma dança e ginástica na qual o bailarino ou dupla de bailarinos realiza sua atuação artística se utilizando de uma barra vertical.

Por ser uma pessoa transexual e, ainda mais, por ser uma das pessoas mais desastradas e desengonçadas que eu conheço no mundo, nunca pensei que eu poderia ser uma praticante de Pole Dance, uma arte que fora pensada para o corpo cis-feminino e, como a grande maioria das coisas no mundo feminino, não fora pensado para corpos como o meu.
O problema de formar uma opinião sem se informar antes é que geralmente essa opinião é errada. E eu estava errada quando pensei que o Pole “não era pra mim”, e eu estava errada quando pensei que o meu corpo era incapaz de se encaixar no padrões do Pole Dance (posteriormente descobri que existem até mesmo homens cis que praticam Pole [uma arte que eu pensava ser exclusivamente feminina] e têm muito sucesso).
Aceitei o convite da minha colega e fui conhecer o estúdio Sou Do Pole, que fica na cidade de Santos.

Se você é de Santos ou região, convido-lhe a conhecer o Estúdio Sou Do Pole, independente de como é o seu corpo ou de quem você é. Não precisa ser forte ou flexível e não precisa ser bonita feito uma modelo ou estar em forma para se expressar por meio da dança, e a atitude acolhedora das instrutoras certamente irá fazer você se sentir confortável com o seu próprio corpo para tal. Para ser um/a Pole Dancer, é necessário apenas ter força de vontade e a ânsia de se libertar e conhecer melhor o próprio corpo.

Texto enviado por Naomi Maratea,

link do texto original: https://medium.com/@naominaomichi/sou-do-pole-d935c674199d

Deixe uma resposta